Marketing emocional para sua estratégia de marca

Men sharing viral content Free Photo

Neste artigo, veremos o que são as emoções, sua origem, o que é o marketing emocional e seus 4 pilares.

O que são as emoções?
Para falar sobre o marketing emocional, é essencial falar sobre as emoções.
As emoções, o que são? Eu sempre digo que, são as emoções que movimentam a sociedade, é aquilo que humaniza o ser humano.
O estudo das emoções não é novo. Começou com Aristóteles e, em 1872, Darwin escreveu “A expressão das emoções no homem e nos animais”, um livro onde explica que as expressões e os gestos faciais influenciam na evolução das espécies.
Em 1972, Paul Ekman, pioneiro no estudo das emoções e expressão facial, destacou algumas emoções básicas, como: tristeza, alegria, nojo, surpresa, medo, ira, mas, em 1990, após anos de desenvolvimento em seus estudos, ampliaram a lista para 17 emoções.
Não podemos esquecer a Robert Plutchik, que em 1980 falou sobre sua Teoria da Roda das Emoções, formada por oito emoções básicas. Segundo Plutchik, ele dizia que as oito emoções básicas se combinam para criar uma gama de sentimentos.
Mas, a Universidade de Glasgow, estabeleceu com base nos gestos faciais e nos músculos que usamos, 4 emoções básicas: A tristeza, enfado, felicidade e surpresa/medo.
Usando como base que somos mais emocionais do que racionais e feitos de histórias, experiências e momentos. As empresas devem entender que cobrir as necessidades afetivas de seus consumidores e seu target devem ser seu objetivo principal.
Assim, o marketing emocional é uma disciplina que utiliza uma marca dentro de uma estratégia, que tem como objetivo conquistar um vínculo afetivo com os clientes e futuros clientes, para que sintam a marca como algo próprio e que precisam fazer parte disso.
Numa sociedade onde os usuários são cada dia mais exigentes, o trabalho das marcas é cada vez mais difícil. Devemos lembrar que estamos na era digital, onde a rapidez está presente no nosso dia-a-dia e temos todos os recursos ao nosso alcance. Isto quer dizer, que nem tudo é valido.
Através de todos esses anos de estudo de marcas e como elas funcionam, estabeleci que o marketing emocional é baseado em 4 fatores principais:

  1. Vínculo afetivo entre marca e consumidor:
    Devemos pensar que sem o vínculo afetivo de marca e consumidor, o marketing emocional seria inexistente. Esse vínculo emocional serve para criar experiências para ambos lados. E as marcas inteligentes sabem aproveitar por meio esse feedback do consumidor do que
    ele é capaz de dar.
    É uma comunicação bidirecional, onde as marcas e os consumidores estão no mesmo nível de comunicação, porém não esqueçamos que é importante entender, para as marcas, que os consumidores querem fazer parte deles, querem expressar sua opinião sobre o produto
    e serviço.
  2. Experiências, sensações e emoções:
    Estamos numa era onde recebemos de 5.000 à 10.000 (ou mais) de dados diários dentro do marketing. No nosso cérebro apenas fica entre 0,2% e 10% de tudo que recebe.
    Por isso, devemos fazer a diferença com conteúdo valioso para nossos clientes, pretendendo fazer que nossa marca faça ao consumidor sentir experiências, isto deve ser alcançado através de nossos produtos, serviços, publicidade, etc. Através das experiências, temos sensações e sentimos emoções. E isso nos leva a tomar decisões.As campanhas de marketing emocional não são tão simples quanto as pessoas acreditam.
    Se fala de humanizar marcas, mas as marcas são humanizadas a partir do momento em que o fator humano que a constitui é humanizado, é vital acreditar na filosofia da marca para poder transmitir aos seus consumidores a verdadeira essência dela.
    Os consumidores não querem marcas inacessíveis. Os consumidores querem que asmarcas estejam no mesmo nível que eles para fazer parte delas.
  3. Lovemark:
    Lovemark é a definição de fazer que nossa marca apaixone e que fique dentro da vida de uma pessoa, o amor do cliente à marca deve ser incondicional. Como exemplo de campanha potente de marketing temos a “EDEKA Weihnachtsclip #heimkommen”.
  4. Marketing de conteúdo:
    O marketing de conteúdo é uma técnica de marketing baseada na criação, publicação e compartilhamento de conteúdo de interesse para o comprador, onde você é capaz de trabahar no ciclo de compra do usuário. Nos ajuda a entender o que nossos usuários querem, suas necessidades, nosso público-alvo e nossa meta. Graças ao marketing de conteúdo, descobrimos como devemos mostrá-lo ao nosso público, principalmente, útil e valioso.

Em base de tudo isto, podemos entender o marketing emocional como algo essencial em nossa estratégia de marketing para atingir o consumidor de forma afetiva e não agressiva.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *